Stefanini estimula crescimento profissional de seus colaboradores com plataforma de mentoria

 

Estratégia envolve mentor e mentorado em técnicas de aconselhamento, compartilhamento de experiências e desenvolvimento profissional 


aprendizagem pelo exemplo é a forma mais clássica, eficiente e efetiva para aqueles que buscam melhorar sua atuação profissional. E aliar esse objetivo de carreira com a necessidade de transformações constantes é o caminho mais apropriado para alcançar êxito e manter-se em evolução dentro das corporações. Para reforçar e complementar esse prognóstico, a Stefaninimultinacional brasileira referência em soluções digitais, coloca em prática entre seus colaboradores a estratégia de mentoring, um processo de aprendizado para mentor e mentorado, envolvendo aconselhamento, compartilhamento de experiências e desenvolvimento profissional. E para aprimorar essa iniciativa, a Stefanini desenvolveu uma plataforma aberta de mentoria.


Trata-se da aplicação de um conceito de marketplace, onde todos os colaboradores da companhia podem ter acesso e conseguem agendar diretamente com um dos seus mentorados uma sessão dessa atividade para desenvolvimento em diversos tópicos. É uma plataforma inclusiva, que permite que o colaborador possa aprofundar o nível das conversas e enriquecer seu perfil. Além disso, possibilita também acesso a informações (Analytics) detalhadas sobre os mentorados, assuntos mais procurados e feedback das sessões.

Para Rodrigo Pádua, VP Global de Gente e Cultura da Stefanini “identificamos uma maneira de estimular nesses profissionais uma maior interação, onde eles poderão abrir possibilidade de comentar sobre diversos tópicos como, por exemplo, inovação, carreira, tecnologia, seus hobbies, entre outros temas que trazem um olhar mais abrangente e transformador para a carreira de ambos. E tem sido uma experiência muito valiosa. Hoje, estamos realizando cerca de 150 mentorias mensalmente e o número não para de crescer”, comemora Pádua.

Com um conteúdo sólido e consistente, a jornada de mentoria da Stefanini prevê um aprendizado para as duas partes em um processo para facilitar, incentivar e inspirar os profissionais envolvidos, além de proporcionar uma performance ainda mais produtiva.

Para a atuação do mentor, a iniciativa traz dicas e referências de como dividir experiências, histórias e inspiraçõesdesenvolver mais a escuta ativa, além de reforçar os conselhos e sugestões que estão em harmonia com o código de conduta e aspectos culturais da companhia, fortalecendo ainda mais sua cultura organizacional. Para se tornar um mentor, o profissional deve ser sênior e ter cargo de liderança. Todo o processo é acompanhado de perto pela área de Gente e Cultura da multinacional brasileira.

Um dos pré-requisitos básicos para o bom aproveitamento desta iniciativa está no cumprimento de uma agenda combinada. Para guiar as sessões, o mentor tem acesso a um mapa de mentoria que inclui um breve histórico profissional do mentorado, dados sobre o que deseja para o seu futuro profissional, um descritivo de cenário atual (equipe, desafios, pontos fortes, dificuldades, relacionamentos, habilidades), esperanças e receios relacionados ao objetivo profissional e de carreira, medidas de sucesso (com indicadores para alcançar o objetivo), compartilhamento de sugestões por parte do mentor de ações para que o mentorado se aproxime do objetivo desejado e também experiências vivenciadas, além de uma lista de atividades a serem executadas até o próximo encontro. O mapa traz ainda uma estrutura com sugestão de tópicos para direcionar as sessões subsequentes de mentoring, proporcionando acesso a um conteúdo orientativo, com provocações de insights para definir ações a serem trabalhadas.

No caso do colaborador a ser mentorado, a iniciativa abre oportunidades de networking, aprendizado, evolução profissional, a partir da escolha do mentor que vivenciou (ou vivencia) alguma experiência inspiradora e que tem interesse em dividir os aprendizados. Entre outras ações, o ‘candidato a aluno’ poderá se relacionar com algum profissional que queira ser um modelo para sua carreira, esclarecendo dúvidas específicas, compartilhando sua evolução, executando planos, além de estar disposto a ensinar e compartilhar também.

“Em nosso processo de mentoria, tomamos o cuidado de propor meios que auxiliassem e fossem prazerosos para ambos os colaboradores. A mentoria é uma via de mão dupla, onde mentor e mentorado aprendem juntos em uma troca de experiência profissional bastante enriquecedora, ampliando a conexão entre eles”, explica Ana Lígia Bacca, gerente de Gente e Cultura da Stefanini Brasil.

Projeto Stefanini Everywhere

Recentemente, o Grupo iniciou a implantação do projeto Stefanini Everywhere, que foi decisivo para que a multinacional brasileira, presente em 41 países, ganhasse ainda mais solidez na adoção do trabalho remoto, tendo como resultados expressivos um crescimento de pelo menos 10% de produtividade em todas as áreas da empresa, além de registrar uma redução de custos. Dentro do planejamento desse novo modelo de gestão, o Grupo tem como objetivo colocar 50% de seus profissionais em home office após o fim da pandemia que atingiu o mundo. A ideia é trabalhar em três frentes: o home office total, o parcial e um de flexibilidade em relação a horários. O projeto também visa incentivar a contratação de talentos em qualquer lugar do País, independentemente do local de origem, para atuar em projetos nacionais e internacionais.

Entradas populares de este blog

Performance Index de AppsFlyer: Google se corona como el mayor jugador en marketing de aplicaciones

Performance Index AppsFlyer | Facebook sigue liderando la promoción de aplicaciones y Google crece 23% a nivel global

Ventana Research Rates Altitude Software a Hot Vendor in the 2013 Value Index for Agent Desktop Management‏