Pré-Sal Petróleo alcança importantes métricas com projeto implementado pela Stefanini Scala

A PPSA teve uma redução no tempo de análise de consistência que passou de 4 dias para 14 segundos



Pré-Sal Petróleo (PPSA) tem como carro chefe o reconhecimento de custo e o acompanhamento da produção para se manter como uma empresa extremamente tecnológica. Com esse propósito, a companhia lançou um edital no qual a  Stefanini Scala, venture do Grupo Stefanini especializada em soluções como inteligência artificial, analytics e integração, venceu em junho de 2018.
Naquela época, as empresas colocaram em operação o sistema de gestão de gastos de partilha de produção (SGPP), uma plataforma digital que faz a gestão de dados de todos os projetos sob o regime de partilha no Pré-Sal. “Pela plataforma, a PPSA consegue acompanhar simultaneamente o desempenho de cada consórcio e calcular os volumes de produção de petróleo e gás de propriedade da União”, destaca Filipe Cotait, diretor de tecnologia da Stefanini Scala.

“Quando entramos nessa concorrência percebemos que era um projeto totalmente inovador, indo totalmente de encontro com o nosso momento de ajudar as empresas em seus processos de transformação digital. Foram envolvidas abordagens de CLOUD, BPM e ODM, utilizando desenvolvimento ágil, procedimentos que qualificam e trazem mais eficiência para dentro das companhias”, explica José Carlos Pires, presidente da Stefanini Scala.

O projeto previa três grandes frentes: gestão dos contratos de partilha de produção; gestão da comercialização de petróleo e gás natural e representação da União nos acordos de individualização da produção. A Pré-Sal Petróleo diminuiu a análise de consistência e facilitou a comercialização do petróleo.

“A redução do tempo de análise de consistência passou de 4 dias para 14 segundos, facilitando muito nosso dia a dia. Outro benefício foi a possibilidade de saber o melhor momento para comercializar o petróleo e realizar o empréstimo de carga”, explica André Onofre, gerente de Tecnologia da Informação da Pré-Sal Petróleo.

A Pré-Sal Petróleo é uma empresa vinculada ao Ministério de Minas e Energia e tem como missão fazer a gestão dos contratos de partilha, representar a União nos acordos de individualização da produção, além de fazer a comercialização de todos os hidrocarbonetos.

Filpe Cotait explica que, ao vencer o edital, o Grupo Stefanini realizou uma grande pesquisa no Brasil e no exterior para entender a necessidade real do cliente. “Sabemos da importância deste projeto para a PPSA e para o Brasil, o que nos motiva a trabalhar em um projeto que atenda totalmente as expectativas de negócios do cliente nos próximos anos”, finaliza.

Entradas populares de este blog

Performance Index de AppsFlyer: Google se corona como el mayor jugador en marketing de aplicaciones

Ventana Research Rates Altitude Software a Hot Vendor in the 2013 Value Index for Agent Desktop Management‏

Denodo acelera la integración híbrida para la administración de datos con su versión 8.0