Grupo Deutsche Post DHL treina voluntários da Equipe de Resposta a Desastres no Brasil


  • Cerca de 60 colaboradores voluntários da DHL e 10 representantes da Cruz Vermelha Brasileira participaram do treinamento da DRT (Disaster Response Team) em Cotia, Grande São Paulo
  • Voluntários são treinados para fornecer apoio logístico em aeroportos e promover ajuda humanitária, a fim de se preparar para esforços de resposta a desastres e socorro no Brasil

O grupo Deutsche Post DHL, líder mundial em logística, associou-se à Organização das Nações Unidas (ONU) desde 2005 para fornecer à ONU e às organizações de gestão de desastres em âmbito nacional assistência gratuita na gestão de logística aeroportuária e armazenagem em casos de ajuda de emergência durante os esforços de recuperação de catástrofes naturais. Quase 600 voluntários treinados da DHL trabalham em equipes de resposta a desastres (DRT) em todo o mundo, prontos para serem acionados no prazo de até 72 horas após o incidente.
De 23 a 25 de agosto de 2019, quase 60 colaboradores voluntários da DHL e 10 representantes da Cruz Vermelha Brasileira participaram do treinamento da DRT em Cotia, Grande São Paulo. O treinamento prepara voluntários para fornecer apoio logístico no deslocamento de suprimentos de ajuda humanitária em aeroportos durante os esforços de recuperação de incidentes graves. 

O grupo Deutsche Post DHL firmou um Acordo de Colaboração com a Cruz Vermelha Brasileira para fornecer serviços de DRT, quando solicitado, a fim de ajudar a organização na resposta a desastres naturais no Brasil. "A Cruz Vermelha Brasileira está muito satisfeita por firmar essa parceria estratégica com a DHL. A parceria fornece importante apoio logístico para ajudas humanitárias oferecidas durante as atividades de recuperação de catástrofes. A participação no recente treinamento de DRT da DHL fortaleceu ainda mais nossa parceria e, mais importante, forneceu uma capacitação inestimável a nossa equipe e voluntários para que estejam mais bem preparados para agir nestas situações", disse Júlio Cals de Alencar, presidente nacional da Cruz Vermelha Brasileira.

Quando acionada, a DRT ajuda a evitar gargalos nos aeroportos mais próximos das áreas afetadas, garantindo o fluxo ininterrupto de suprimentos essenciais - como alimentos, remédios e kits de higiene - mesmo sob as mais difíceis circunstâncias.
"Nossas equipes de DRT são formadas por voluntários altamente treinados que fornecem conhecimentos logísticos para auxiliar a coordenar a ajuda humanitária no sentido de ampliar o alcance às vítimas. Isso garante um processamento eficiente da ajuda humanitária nos aeroportos, bem como sua preparação para o transporte até os mais necessitados", disse Gilberto Castro, diretor sênior de operações da Colômbia e diretor da DRT nas Américas da DHL. O programa passou a contribuir com os esforços de resposta a emergências no Brasil desde que a equipe foi acionada pela primeira vez em Mariana, no estado de Minas Gerais, em novembro de 2015 - logo após o ocorrido na barragem da cidade mineira. A primeira equipe de DRT no Brasil foi estabelecida e treinada em 2011.


Entradas populares de este blog

El trabajo freelance: la clave para triunfar en la economía del conocimiento

Automation Fair 2019 presentará las últimas tendencias en tecnologías para la industria

Workana anunció el lanzamiento de su nuevo servicio exclusivo para empresas y presentó el Reporte Anual del Trabajo Remoto y Emprendimiento