São Paulo | Stefanini inaugura Sala 87, novo espaço colaborativo para desenvolvimento de projetos inovadores

O nome resgata a história de empreendedorismo da empresa, que nasceu em 1987 na sala de casa de seu fundador Marco Stefanini

Um espaço amplo, com design diferenciado, pinturas, mesa de pebolim e uma efervescência de ideias. Assim é o novo espaço inaugurado no escritório da Stefanini em São Paulo, conhecido como Sala 87, numa alusão ao ano de fundação e ao caráter empreendedor da empresa, que nasceu na sala de casa de seu fundador e CEO global, Marco Stefanini. O local reforça o novo propósito da empresa de “Cocriar soluções para um futuro melhor”, definido este ano durante o kickoff anual da empresa.

Ao longo dos últimos anos, a Stefanini vem investindo em sua transformação digital. Com diversas mudanças da sociedade, a multinacional brasileira entrega serviços e tecnologias inovadoras, desenvolvendo soluções que contribuam para mudanças de impacto social, valorizando tanto as pessoas quanto as novas tecnologias. “Por mais que as tecnologias sejam importantes para a evolução da sociedade, ela é apenas um meio. A transformação digital, de fato, é uma transformação cultural, que começa na cabeça dos grandes líderes e se estende por todas as pessoas da organização”, afirma Breno Barros, diretor de Inovação e Negócios Digitais da Stefanini.

Segundo o executivo, as pessoas precisam de inspiração para inovar. A Sala 87 reúne profissionais de várias empresas do grupo – inclusive startups - para pensar ofertas conjuntas e que realmente consigam solucionar a grande dor do cliente. Como num grande espaço criativo, o time utiliza várias técnicas de Ágil, Lean e Design Thinking para entender a necessidade da empresa e apresentar uma oferta em apenas cinco dias. “Com a nossa solução Stefanini Dive é possível entender os desafios e definir, em parceria com o cliente, o desenvolvimento e implementação de uma solução que o auxilie na trajetória de transformação digital”, destaca.

Atualmente, a sala comporta até 180 pessoas num espaço descontraído, com mesas sem divisórias e em formato pentagonal, que facilita a montagem de um ambiente fluído com o objetivo de estimular a colaboração. “As pessoas se tornam mais próximas, compartilham ideias, discutem problemas e alternativas. As grandes ideias são cocriadas, afinal ninguém age sozinho”, ressalta Guilherme Stefanini, Head da área de Novos Negócios na Stefanini. 
De acordo com o executivo, a Sala 87 possibilita o trabalho de maneira mais colaborativa e integrada, como um grande laboratório prático para desenvolver e testar novos modelos de negócios. “O ambiente personifica o estilo empreendedor da empresa que, após 30 anos, decidiu reinventar o seu negócio, se tornando uma grande provedora de soluções disruptivas - analytics, core bancário com plataforma digital, inteligência artificial, Indústria 4.0, martech, segurança cibernética, dentre outras. Acreditamos que pessoas trabalhando e pensando juntas podem criar e realizar muito mais para um futuro melhor”, complementa Guilherme Stefanini.

Entradas populares de este blog

Por cuarto año consecutivo BMC se posiciona como líder en el Cuadrante Mágico de Gartner en Gestión de Servicios de TI

Soft skills: habilidades blandas en las organizaciones

#SMDayBA | El 31 de julio llega una nueva edición de Social Media Day Buenos Aires