02 agosto 2018

Quatro startups brasileiras conquistam o Innovation Awards Latam da edição 2018

Campeãs nacionais foram destaques nas categorias Inteligência Artificial, Big Data, IoT e Cyber Security. Colômbia e México venceram em Blockchain e APIs


As startups são um grande celeiro de inovação. Prova disso são as vencedoras anunciadas pelo Innovation Awards Latam, competição para startups da América Latina, organizada pela Cantarino Brasileiro, que aconteceu nesta segunda-feira (30), em São Paulo.

A cerimônia de premiação e reconhecimento das melhores startups da América Latina reuniu as 27 finalistas, de um total de mais de 800 inscritas este ano, incluindo especialistas em inovação do mundo inteiro e grandes empresas focadas no desenvolvimento de startups empreendedores de 11 países.  Dos 180 melhores cases, 35% foram do Brasil, 13,5% do México e 11,2% da Argentina, divididos em seis categorias: Big Data, Blockchain, Internet das Coisas (IoT), Inteligência Artificial, APIs e Cyber Security.

Startups vencedoras:
Big Data: Biva (Brasil)
A fintech permite que as pessoas invistam no financiamento de outras pessoas ou empresas, tendo juros mais baixos e maiores retornos nos investimentos. A Biva possui uma plataforma on-line, que aparece como uma alternativa aos bancos para quem quer pagar menos e ter atendimento personalizado.
“É muito importante conquistar o reconhecimento com esse prêmio. Há muita concorrência. Sabemos do valor que tem o big data. E permitir a acessibilidade ao crédito de investimentos com a nossa plataforma é uma grande inovação”, afirma Diego Lissoni, CMO da Biva. 

Cyber Security: guardSI Cybersecurity (Brasil)
guardSI foi criada em função da preocupação com o crescimento das ameaças à segurança das empresas. Oferece consultoria, treinamentos, serviços e produtos que irão ajudar equipes de TI e segurança a analisar e certificar que o ambiente de sua empresa possui controles para combate a ataques e fraudes, além de garantir conformidade com a legislação.
“É uma solução imprescindível no mundo virtual. Há várias soluções muito focadas em grandes empresas. A guardSI vem inovando nesse sentido de inclusão das pequenas e médias empresas no combate nessa mecânica”, destaca Leandro Rezende, diretor executivo da companhia.

IoT: Byond (Brasil)

Oferece soluções completas de rastreabilidade, localização e monitoramento de produtos, insumos, ativos e pessoas para garantir métricas precisas e alinhamento de toda a demanda do cliente. Focada no setor industrial, a startup trabalha com os mais modernos conceitos da Indústria 4.0.

“Fizemos um reposicionamento há um ano. Esse prêmio dá essa certeza de que tomamos as decisões corretas e mostra o quanto é relevante a forma que estamos destinando a tecnologia que desenvolvemos”, afirma Gustavo Yugo Cunha, CEO e fundador da Byond.

Inteligência Artificial: TNH Digital Health (Brasil)

A TNH Digital Health cria chatbots inteligentes para ajudar organizações de saúde a engajar e monitorar populações em larga escala. A plataforma é capaz de identificar pacientes em risco e oferecer o cuidado necessário, além de detectar possíveis riscos à saúde (sintomas e hábitos nocivos) e alertar a equipe médica.

“É um grande orgulho conquistar esse reconhecimento. Usando a Inteligência Artificial podemos auxiliar milhares de pessoas a melhorar a saúde do Brasil e América Latina”, afirma Michel Kapps, CEO e fundador da empresa.

Blockchain: DreamJobs (Colômbia)
 Aplicativo que permite conquistar um emprego por meio da geolocalização. O objetivo é que as empresas encontrem os talentos que sempre procuraram. A startup conta com um chatbot que realiza entrevistas com qualidade, gerando relatórios dos candidatos em tempo real.
Para os representantes da Dream Jobs, esse prêmio é o resultado de um esforço enorme de muitos meses trabalhando na implementação da tecnologia blockchain nesta plataforma.

APIs: Übank (México)
Übank é um aplicativo que permite ao usuário poupar dinheiro e preparar o futuro, de acordo com o estilo de vida de cada pessoa. Com regras claras de poupança automática, o cliente pode escolher quanto economizar, acumulando uma reserva sem perceber.

Escolha dos vencedores
A avaliação foi realizada por mais de 60 jurados de 13 diferentes países, entre eles, Don Tapscott, maior referência em blockchain no mundo; Guga Stocco, responsável pela inovação do Banco Digital; e Lisa Besserman, eleita uma das 100 mulheres mais influentes em Tecnologia pela revista Business Insider.
“Foram premiadas startups que vão gerar grandes negócios, parcerias internacionais e comerciais, além de trazer bons resultados para inúmeros setores da economia”, afirma Marcos Cantarino, diretor da Cantarino Brasileiro.
O Innovation Awards Latam contou com o apoio de 32 entidades de diferentes países. Entre eles, Crunchbase, principal base de dados de startups e investimentos do Vale do Silício; Latam Startups, entidade canadense de fomento de negócios, F10, incubadora e aceleradora da Suíça; e Invest Hong-Kong.

Como próximas ações do projeto, estão programados Innovation Day em São Paulo, dia 1º de agosto, e em Guadalara (México), dia 15 de agosto.

Sobre a Cantarino Brasileiro
Com 14 anos de experiência no mercado, a Cantarino Brasileiro é uma tradicional empresa de marketing e comunicação focada nos mercados financeiro e de meios de pagamento. Seu objetivo é promover a aproximação entre empresas e manter o mercado atualizado sobre as tendências que regem o setor por meio de eventos, treinamentos, seminários, publicações, consultoria e relatórios setoriais.