Stefanini anuncia fusão com a Scala IT

Com essa movimentação, a expectativa é se tornar um dos maiores parceiros da IBM na América Latina

Stefanini, por meio de sua coligada Stefanini VANguard, especializada em governança de TI, segurança e Service Management, anuncia a fusão com a Scala IT, um dos principais parceiros da IBM em software. A expectativa do Grupo é que a nova empresa se torne um dos maiores parceiros da IBM na América Latina. 
A fusão permitirá que a companhia, já reconhecida como um dos grandes implementadores de integração, Business Process Management (BPM), Service-Oriented Architecture (SOA) e Analytics, cubra todas as áreas de TI, com a possibilidade de ampliar a atuação da Scala IT para a América Latina, em 2017, e outros países em 2018”, afirma Danielle Franklin, diretora executiva da Stefanini VAnguard.
A Scala IT contará com uma Área de Novos Negócios, que será responsável por investir em novas tecnologias como, por exemplo, o Watson, sistema da IBM que funciona a partir da computação cognitiva, sendo capaz de responder perguntas analisando uma massa de dados em linguagem natural.
Essa é a segunda grande movimentação da Stefanini este ano. Em fevereiro, o Grupo anunciou a aquisição da colombiana Sysman, que trabalha com uma oferta diferenciada de ERP para Governo. Em 2015 foram quatro movimentações – fusão com a IHM Engenharia, joint-venture com a Tema Sistemas para criação da Stefanini Capital Market, criação da Stefanini Inspiring e aquisição de 40% da Saque e Pague.
“Apesar do cenário econômico desafiador, a Stefanini está atenta a novas oportunidades e quer investir continuamente em inovação. Estamos animados com a possibilidade de desenvolver novas tecnologias e de nos unir a um dos maiores parceiros da IBM do Brasil e da América Latina, somando nossa expertise”, ressalta Marco Stefanini, CEO global do Grupo Stefanini.
Para José Carlos Pires, que permanecerá como CEO da Scala IT, a fusão beneficiará todas as empresas envolvidas, pois permitirá que ofereçam o que há de mais completo e inovador no mercado de TI.
“Com a fusão, complementaremos as ofertas e teremos a possibilidade de atender a um número maior de clientes de médio e grande porte, transformando e otimizando os negócios dos clientes, com tecnologia de ponta, eficiência operacional e segurança.  Queremos acelerar a implementação das novas estratégias nestas empresas”, complementa o executivo.

Entradas populares de este blog

Bienestar | Hábitos saludables para el trabajador freelancer

Por cuarto año consecutivo BMC se posiciona como líder en el Cuadrante Mágico de Gartner en Gestión de Servicios de TI

NICE registra aumento de ingresos de nube en un 20% y en beneficio operativo del 16% con relación al año anterior