Stefanini está presente em 11 dos 15 principais destinos listados pela A.T.Kearney para terceirização de serviços

 Resultado do Global Services Location Index (GSLI) reforça o posicionamento da Stefanini como uma empresa ágil e flexível para a oferta de nearshore e offshore
A Stefanini, uma das mais importantes provedoras globais de soluções de negócios baseadas em tecnologia e com presença em 37 países, atua em 11 dos 15 principais destinos apontados pela A.T. Kearney para a terceirização de serviços: Américas (Brasil, Chile, Estados Unidos e México), Ásia (Índia, China, Filipinas, Malásia e Tailândia) e Europa (Polônia e Romênia). 
Nesta sétima edição do Global Services Location Index (GSLI), ÍndiaChina e Malásia se mantiveram no topo (1º, 2º e 3º lugar, respectivamente) e com pequenas alterações em relação ao resultado anterior, divulgado em 2014. Os destaques foram Brasil e Chile, que avançaram quatro posições (do 8º para o 4º lugar e de 13º para 9º, respectivamente), além da Romênia, que pulou da 18ª para 13ª posição. Neste país europeu, a Stefanini conta com centros de delivery, que oferecem projetos de TI para diversos segmentos, especialmente farmacêutico e de manufatura, em vários países. 
“A Stefanini conta com uma equipe especializada, que oferece suporte para empresas de grande e médio porte por meio de serviços de TI gerenciados, seja no modelo onshore,nearshore ou offshore. Isso mostra o quanto somos ágeis e flexíveis para atender algumas das maiores empresas multinacionais do mundo”, afirma Marco Stefanini, CEO global do Grupo Stefanini, que conta com mais de 650 clientes ativos. 
A empresa fornece terceirização de infraestrutura de TI (help desk, serviços gerenciados de desktop e suporte à mobilidade), serviços gerenciados de aplicativos, consultoria ERP/SAP e soluções de gestão estratégica de TI. Nos Estados Unidos, por exemplo, a Stefanini possui vasta experiência no fornecimento de soluções nearshore, alavancando operações maduras de prestação de serviços no Brasil, México e em outros países da América Latina. O mesmo modelo é adotado na Europa via Romênia, onde a companhia estabeleceu um novo centro de serviços nearshore, capaz de proporcionar aos clientes a facilidade de integrar suas estruturas internas às equipes terceirizadas.
Automação 
De acordo com o estudo da A.T Kearney, a automação é uma tendência e poderá alterar os conceitos atuais de offshoring, bem como as lideranças dos destinos preferidos para a terceirização. Tudo indica que a Robotic Process Automation (RPA) continuará em expansão e influenciará a economia de serviços ao longo da próxima década, uma vez que as tarefas repetitivas, como as realizadas pelas equipes de  backoffice, são as mais fáceis de automatizar. 
O conceito Business Process as a Service (BPaaS) surge como uma tecnologia disruptiva, segundo o GLSI. Enquanto na RPA os robôs são ensinados a imitar o que os humanos fazem usando interfaces de usuário da própria empresa, no BPaaS os prestadores de serviços utilizam uma interface padronizada e realizam o processamento englobando múltiplos clientes — com diferentes graus de automação — para entregar resultados rapidamente, em qualquer escala. 
Para mais informações sobre o estudo, visite: On the Eve of Disruption.

Visão de futuro
Alinhada com essas tendências e reforçando o seu posicionamento de proporcionar aos clientes melhorias relevantes, aumento de produtividade e redução de custos, a Stefanini oferece os seguintes serviços de outsourcing:
ü  Application Management Services (AMS): serviços gerenciados de aplicações corporativas com o objetivo de garantir que o parque de aplicações críticas aos negócios esteja sempre disponível, dentro dos acordos de níveis de serviços estabelecidos, trazendo eficiência aos negócios e redução de custos.
ü  Application Development Services (ADS): serviços de desenvolvimento e/ou customização – sob medida – para as aplicações críticas Outsourcing com o objetivo de suportar e também inovar os negócios de cada cliente.
ü  Outsourcing de Infraestrutura (ITO): serviços gerenciados da infraestrutura tecnológica e comunicações com o objetivo de suportar as operações do dia a dia dos negócios de maneira eficiente e estável, dentro dos acordos de níveis de serviços estabelecidos, trazendo principalmente uma redução de custos.
ü  Business Process Outsourcing (BPO): gerenciamento de processos com metodologia própria e profissionais especializados em todo o mundo, desenvolvendo e entregando serviços dentro dos mais rígidos padrões de qualidade, conforme os Acordos de Nível de Serviço (SLA) e Indicadores e Performance (KPI).

Entradas populares de este blog

Bienestar | Hábitos saludables para el trabajador freelancer

Por cuarto año consecutivo BMC se posiciona como líder en el Cuadrante Mágico de Gartner en Gestión de Servicios de TI

NICE registra aumento de ingresos de nube en un 20% y en beneficio operativo del 16% con relación al año anterior