05 junio 2018

Stefanini busca talentos

Companhia contratou 108 profissionais que participaram de dez hackathons no ano passado; em 2018, ainda serão realizadas 12 maratonas de tecnologia e inovação em todo o país

Os participantes que se destacaram nos hackathons promovidos pela Stefanini, uma das mais importantes provedoras globais de soluções de negócios baseadas em tecnologia, ganharam mais do que prêmios em dinheiro: conquistaram vagas de emprego. Dos 2.288 inscritos nas dez edições realizadas em 2017, 108profissionais foram contratados. “Além da competência em programação, priorizamos candidatos com raciocínio lógico aguçado que trabalham bem em equipe”, comenta Cintia Bortotto, diretora de Recursos Humanos para a América Latina da Stefanini. “Também procuramos pessoas concentradas, proativas e re silientes”, complementa. Ao todo, foram mais de 40 horas de competição de altíssimo nível que exigiu dos participantes conhecimentos em programação de Java, Analytics, Mobile, App, entre outros.

A iniciativa deu tão certo que, em 2018, já foram realizadas quatro maratonas de tecnologia e inovação, sendo uma delas voltada exclusivamente para o público feminino. Chamado “Code Like a Girl”, o evento aconteceu em março, em São Paulo, e contou com desenvolvedoras e estudantes de Tecnologia da Informação. A capital fluminense também foi palco de uma competição, cujo desafio foi encontrar uma solução criativa e economicamente viável para melhorar a experiência do usuário de telecomunicações. O projeto vencedor, que foi avaliado por uma banca de diretores digitais de grandes empresas, foi premiado com R$ 10 mil. “O Hack With Stefanini foi um sucesso, o número de participantes foi maior do que esperávamos”, comemora Bortotto.

Por isso, a segunda edição desse desafio já está marcada para os dias 9 e 10 de junho, na sede da companhia em Porto Alegre (RS). Desta vez, o foco do HACK W/ STEFANINI serão soluções para os bancos. As inscrições estão abertas até segunda-feira, 4 de junho para desenvolvedores, designers de UX/UI e Scrum Master, que tenham mais de 18 anos.

Os inscritos devem responder de forma criativa a questão: Como melhorar um dos principais processos de banking utilizando pelo menos um dos seguintes temas: Criptomoedas, Blockchain, Internet das Coisas, Inteligência Artificial, Realidade Virtual, Realidade Aumentada, Cibersegurança, Machine Learning, Deep Learning e/ou Data Science (Big Data/Analytics).

Os interessados na maratona devem realizar as inscrições – individuais ou em grupo - pelo site. Para os grupos, o ideal é que tenham pelo menos dois desenvolvedores e um designer UX, considerando que os desafios exigirão soluções práticas. Quem se inscrever individualmente não precisa se preocupar, pois todos serão reorganizados e distribuídos em equipes.

Todas as soluções apresentadas serão analisadas pelo júri técnico do evento, que avaliará os seguintes critérios: alinhamento ao desafio, inovação, design e usabilidade. O prêmio será no valor de R$10 mil para a equipe vencedora do hackathon.

Além dessa maratona, a expectativa é que sejam promovidas outras 11 competições até o fim do ano. “Estamos sempre em busca de profissionais de tecnologia – programador, designer, empreendedor ou gerente de projetos – para nos ajudar a consolidar cada vez mais o ecossistema de inovação”, afirma Marco Stefanini, presidente global da companhia.