03 septiembre 2017

IHM, coligada do Grupo Stefanini, investe em soluções tecnológicas voltadas ao conceito de Indústria 4.0

Soluções visam redução de custos, flexibilização da produção e manutenção preditiva e logística


A IHM Engenharia, coligada do Grupo Stefanini, está investindo intensamente em soluções tecnológicas voltadas ao conceito de indústria 4.0. Há mais de 20 anos no mercado, a empresa gerencia projetos industriais multidisciplinares em vários segmentos: mineração, siderurgia, química, papel e celulose, agronegócios, alimentos, automotivo, energia, óleo e gás.

De acordo com Augusto Moura, CEO da IHM Engenharia, as soluções com características mais disruptivas excedem o contexto da automação industrial e abrangem o contexto integrado de Operational Technology (OP) e Information Technology (IT). Isto porque estas tecnologias, seguindo os conceitos de indústria 4.0, se ramificam desde a geração dos dados no chão de fábrica até o processamento destas informações para a geração de resultados na camada de negócio corporativa. 

“Quanto à automação industrial, percebe-se uma tendência de adoção das novas plataformas IoT para a integração tanto dos novos sensores inteligentes quanto dos sensores tradicionais, os quais se comunicam por meio de redes dedicadas com protocolos legados”, conta o executivo. “Outra tendência interessante na automação industrial é a descentralização das ações de controle e supervisão à medida que aumenta a integração M2M, ou seja, comunicação máquina a máquina, além de intensificar a presença de inteligência embarcada nos equipamentos”, completa Moura. 

Por meio de seu time de inovação, a empresa tem oferecido aos clientes soluções disruptivas que contribuem para melhoria de eficiência, redução de custo, redução de variabilidade, flexibilização da produção, manutenção preditiva e logística. Dentre as novas tecnologias destacam-se: aplicativos para dispositivos móveis, plataforma de integração de IoT, soluções de geolocalização outdoor e indoor, interfaces cognitivas para interface avançada com usuários, Big Data, Analytics, otimização de sistemas, drones com análise de imagem e computação em nuvem.  
“Os resultados diretos para as empresas se traduzem em maximização da utilização dos ativos, minimização das perdas e do consumo de insumos, redução da exposição humana a riscos e redução das incertezas da qualidade dos produtos. Como resultado indireto temos o aumento da competitividade, proporcionada por melhor desempenho financeiro advindo dos ganhos e economias gerados pela adoção das novas tecnologias”, finaliza Moura.